Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Quer ser cientista? Biomedicina pode ser uma opção

por Isadora Schmitt Caccia Última modificação 2021-04-16T12:58:19+00:00
O mundo está em um momento muito importante para a valorização da ciência. Nunca a profissão de cientista foi tão fundamental para a sobrevivência das pessoas em decorrência da pandemia de COVID-19. Neste contexto, existem algumas carreiras que formam futuros pesquisadores, entre as quais a Biomedicina,  uma área das ciências biológicas que tem como foco a pesquisa de doenças humanas, quais são as causas, os sintomas e a forma de tratá-las. 
 
No Brasil existem algumas formas para exercer o trabalho de pesquisador e, geralmente, este processo inicia no período da graduação.  Existem muitas instituições com bolsas de iniciação científica como hospitais, universidades e institutos. O Instituto Butantan, por exemplo, oferece alguns programas em seus inúmeros laboratórios. 
 
A Universidade Metodista de São Paulo possui o curso de Biomedicina na grade de graduação. O curso conta com projeto pedagógico inovador e estrutura modular moderna que garante a formação de habilidades e competências procuradas por empregadores de diversos segmentos, incorporando questões relativas ao empreendedorismo, gestão na área da saúde e formação de cientistas.
 
Os módulos são ministrados por docentes mestres e doutores com grande experiência na docência, na pesquisa e com atuação no mercado de trabalho. Além disso, os módulos são lecionados por mais de um docente, o que garante a especificidade dos assuntos abordados e a proximidade com o aluno. 
 

Reportar Erros