Prof. Sandro fala ao DGABC sobre como a pandemia afeta setor de logística

Mesmo compondo um dos poucos setores considerados estratégicos e poupados do distanciamento social decorrente da Covid-19, empresas de logística não deixaram de ser afetadas pela crise sanitária brasileira. No ABC paulista, onde atendem indústrias fortes como montadoras de veículos e químicas-petroquímicas, o Setrans (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Grande ABC) estima em 50% a queda da atividade nos últimos meses.

“O desempenho desse setor depende intensamente da melhora dos setores industriais e do comércio de bens, o que gera maior demanda por transporte”, analisou o coordenador de estudos do Observatório Econômico da Universidade Metodista de São Paulo, professor Sandro Maskio, em entrevista sobre o tema ao Diário do Grande ABC na edição do último sábado, 26 de junho.

Veja a íntegra da reportagem.

Reportar Erros

X