Ex-aluna de RTVI é contemplada no Edital do ProAC

Programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo aposta em projeto de gestação, empoderamento e processo artístico

Alunos e ex-alunos da Universidade Metodista de São Paulo têm se destacado em ideias e soluções criativas para o setor da comunicação. Entre o grupo está a autora e roteirista Tatiana Midori Uchina, ex- aluna do curso de Rádio, TV e Internet contemplada no Edital do Programa de Ação Cultural (ProAC) número 29/2019, para Desenvolvimento de Séries, com a obra "ARTISTAS SÃO DE VÊNUS: Da Gestação ao Empoderamento”.

O programa é promovido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e estimula o crescimento e desenvolvimento de profissionais de diversas áreas criativas, representando cerca de 3,9% do PIB estadual e 47% do PIB criativo do País.

Para Tatiana, o edital democratiza a produção criativa de profissionais e artistas de diferentes realidades no Estado de São Paulo, possibilitando a construção de um cenário cultural mais diverso, relevante e original. "Além de ser uma resistência em meio ao caos destes tempos sombrios que, cada vez mais, desvaloriza o setor cultural", considera a ex-aluna Metodista, ao acrescentar:  "A intenção do projeto é gerar reflexão sobre temas que rodeiam o universo feminino e desconstruir a antiga ideia da posição social imposta às mulheres nas artes, trazendo um olhar de empoderamento, protagonismo e relevância ao seu papel sócio-cultural e histórico". 

A obra "ARTISTAS SÃO DE VÊNUS: Da Gestação ao Empoderamento" é uma série documental em que artistas brasileiras de diferentes expressões são convidadas a expor sua arte e criá-la do zero em um período de nove dias, no cenário batizado de "Espaço Vênus". O universo da série é pautado na relação entre o processo artístico e o período gestacional da mulher, registrando todos os percalços das artistas até o momento do nascimento de sua criação.

“A série é o grito de liberdade de todas as mulheres do meio artístico que, finalmente, vão receber o protagonismo que sempre buscaram, sem precisar calar sua verdade ou se esconder atrás de uma figura masculina. Ao trazer artistas de diversas expressões, a ideia da série é buscar apresentar a vida de mulheres, profissionais, donas de suas histórias e sonhos”, afirma Tatiana Uchina. 

 

Sobre a autora

Tatiana Uchina (1).jpgTatiana Midori Uchina é graduada em Rádio,TV e Internet pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou na produção da série documental "Direitos Humanos", produzida pela BDT Filmes e exibida pela TV Brasil, e nos programas "Cozinheiros em Ação", "Desafio da Beleza", "Que Seja Doce" e "The Taste Brasil", produzidos pela Moonshot Pictures e exibidos pelo canal GNT. O curta-metragem "Erro 404", realizado durante a graduação, foi exibido no Festival Nacional do Estado da Bahia e finalista da Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação 2012. E a reportagem "Pimp My Carroça", também produzida neste período, foi finalista no Concurso de Jornalismo da CNN Internacional. Atualmente, Tatiana é sócia-diretora, roteirista e produtora executiva do Lobo Criativo, coletivo de roteiristas especializado em criar conteúdo narrativo para diferentes plataformas e formatos de entretenimento, desenvolvendo trabalho para agências e parceria com grandes produtoras do mercado audiovisual brasileiro. 

 

Reportar Erros

X