Conheça o Núcleo de Sustentabilidade da Metodista

O Núcleo de Sustentabilidade é um projeto da Universidade Metodista de São Paulo que desenvolve e conduz práticas para a disseminação da cultura ambiental dentro e fora do campus. Inaugurado em fevereiro de 2014, quando era denominado Centro de Sustentabilidade, desde o princípio é um laboratório de ideias para debater, implementar e facilitar a introdução da questão da sustentabilidade de forma transversal e interdisciplinar na Universidade.

Dedica-se a criar projetos, programas, grupos de estudo, relacionamentos e novas formas de ensinar e aprender nas áreas de Educação para a Sustentabilidade e Negócios Verdes. Sua orientação principal é inspirada pela natureza e dinâmica de rede, fluxos e ciclos, co-criação e valorização do coletivo e da reutilização.

Atualmente, o Núcleo conta com projetos e parcerias que se destacam e dão continuidade à concretização das ações de sustentabilidade como cultura institucional:

Programa Metodista Sustentável

Embora já existissem ações isoladas por toda a Universidade, foi em 2008 que a sustentabilidade tornou-se um valor transversal dentro do Projeto Político-Pedagógico, passando a ser um dos eixos norteadores do trabalho da Metodista. Assim, no ano seguinte, foi criado o Programa Metodista Sustentável, com o compromisso de implantar o tema em todos os cursos e ações da instituição. O próprio Centro de Sustentabilidade (hoje, Núcleo) originou-se a partir das realizações e do amadurecimento do Programa. Deste modo, algumas modificações se fizeram necessárias, tanto no aspecto estrutural, como no educacional. Neste último, ressalta-se o aprofundamento da temática no conteúdo pedagógico dos cursos.

projeto_hortas_campus_rudge_ramos.jpgProjeto das Hortas

Uma colaboração para difundir o conceito de educação para sustentabilidade por meio de hortas implementadas nos campi Rudge Ramos e Vergueiro. Na inauguração da horta, o secretário de Planejamento e Gestão Pública de Diadema, Jorge Luiz Demarchi, esteve presente explicando sobre o projeto de hortas comunitárias, que o Núcleo, por meio do projeto de extensão “Hortas comunitárias: novos caminhos e novos saberes”, desenvolve em 25 escolas da Prefeitura Municipal de Diadema, contribuindo com o tema de educação para sustentabilidade.

Corrida ODS

No segundo semestre de 2019 iniciou-se este trabalho a convite da equipe do Canal Metô, a Web TV da Metodista, para criar um programa com duração de 15 minutos para ser veiculado ao longo das semanas e com temas atuais de sustentabilidade, principalmente vinculados aos ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU). A proposta é trabalhar com diversos ODS’s, incluindo a possibilidade de trazer convidados que possam ser entrevistados ao longo dos programas, que têm uma linguagem simples e acessível e que buscam discutir problemas de interesse público e suas relações com a sustentabilidade e impactos locais.

Campanha “Antes de secar, use de forma consciente. Esse é o nosso papel”

Inspirada nos ODS’s da ONU, a campanha é parte das atividades educacionais relacionadas a atitudes ecologicamente corretas, viáveis, socialmente justas e culturalmente diversas. É realizada em parceria com a agência Lab.com, dos cursos de Comunicação da Metodista, e visa à diminuição do consumo de papel em banheiros e impressoras. De acordo com estudo divulgado pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura) em 2016, o Brasil é o 4º maior produtor de celulose - a matéria-prima do papel - do mundo, o que significa cerca de 2,6 milhões de hectares de florestas plantadas no País destinados exclusivamente à produção de papel, sendo este outro fator motivador para a campanha.

Cooperativa de produção de sabão – Cooper Selecta

A Cooper Selecta é movimentada por um grupo de trabalho e geração de renda formado por moradores do bairro Parque Selecta, São Bernardo do Campo, que firmou uma parceria com o Núcleo de Sustentabilidade, a fim de promover ações mais limpas e sustentáveis. A proposta é de reutilizar óleo de cozinha para a produção de sabão. O Núcleo contribui com auxílio de modelos mais sustentáveis para produção do sabão e documentação necessária para regularizar a cooperativa.

Parceria com o projeto “Gente é para Brilhar” (Comunidade Padre Pio XII)

O objetivo é levar o conceito das hortas comunitárias do Núcleo aos participantes do projeto “Gente é para Brilhar”, desenvolvido junto à ONG Comunidade Padre Pio XII de São Bernardo do Campo. Os participantes têm a oportunidade de lidar com a ocupação e manejo da terra. Além do trabalho manual, podem compreender todo o processo de plantio e a importância da sustentabilidade derivada de ações como essa.

Oficinas

Atividades variadas também ocorrem no Núcleo, como a Oficina de Panks - plantas não convencionais e comestíveis e a Oficina de Artesanato, realizada com participantes do Programa Aquarela - Terceira Idade na Universidade.


Outros projetos e campanhas são/foram desenvolvidos em ocasiões oportunas ou em períodos específicos, com a realização sendo única ou em ciclos, conforme necessidades:

Debate sobre o papel da mulher na ciência

Na semana do Dia Internacional da Mulher foi realizado um debate no Núcleo de Sustentabilidade sobre o papel da mulher na ciência. Esta ação foi importante devido ao fato de ir ao encontro do Objetivo número 5 dos ODS’s da ONU, que trata da igualdade de gênero.

Organização de livros na área de sustentabilidade

Durante os primeiros meses do período da pandemia do Coronavírus (Covid-19) foram organizados três livros com assuntos na área de sustentabilidade, com artigos de diversos docentes da Metodista e de professores convidados de outras universidades. A ação resultou em um projeto para a organização de novos livros em outros semestres acadêmicos.

Organização de palestras on-line durante a quarentena

Durante a quarentena em razão da pandemia do Coronavírus (Covid-19), foram organizadas diversas palestras na área de sustentabilidade para o público interno e externo da Metodista.

Dicas de Sustentabilidade

Uma série de vídeos gravados semanalmente por diversas pessoas e profissionais, que compartilham dicas de atitudes e práticas sustentáveis, como descarte correto de medicamentos, responsabilidade com o uso da água, entre outros.

Localização

O Núcleo de Sustentabilidade está localizado na sala 255 do Edifício Lambda, no campus Rudge Ramos. É um espaço no qual os discentes e docentes que participam das ações do Núcleo têm a oportunidade de trocar experiências e ideias e desenvolver os projetos voltados à sustentabilidade. O local também é aberto para que demais interessados possam conhecer (durante a quarentena o Núcleo encontra-se fechado, assim como o campus).

estudantes_visitam_nucleo_sustentabilidade.jpeg

Estudantes do curso de Gestão Ambiental EAD em visita ao Núcleo de Sustentabilidade

História e curiosidades

O Núcleo de Sustentabilidade surgiu em 2013, com o nome de Centro de Sustentabilidade, quando seu funcionamento foi autorizado e a equipe de trabalho foi formalmente reconhecida. Porém, sua trajetória é anterior a essa data e tem início em 2002, quando foi criado o Centro e Agência Ambiental, um espaço para realizar pesquisas e trabalhos de extensão na área ambiental, bem como propor novos cursos e programas.

Aquele era um período em que ações isoladas voltadas à sustentabilidade já existiam pela Universidade, por meio de iniciativas de diferentes setores. Mas em 2008, o tema tornou-se um valor transversal dentro do Projeto Político-Pedagógico, passando a ser um dos eixos norteadores do trabalho da Metodista. Por essa razão, foi criado em 2009 o Programa Metodista Sustentável, com o compromisso de implantar o debate e prática da sustentabilidade em todos os cursos, setores e ações da Instituição.

Com o amadurecimento do Programa e pesquisas e projetos cada vez mais eficazes, a Universidade Metodista de São Paulo decidiu ampliar as atividades e, em setembro de 2012, as discussões sobre a criação de um Centro de Sustentabilidade ganharam força, sendo o mesmo concretizado em agosto de 2013. Em fevereiro de 2014 ganhou espaço físico próprio e foi oficialmente inaugurado.

Por meio do Centro, foram criados os cursos de graduação tecnológica em Gestão Ambiental, nas modalidades presencial e a distância, e o curso de Engenharia Ambiental. O Programa Metodista Sustentável obteve maior ênfase, sempre abrangendo os setores acadêmicos e administrativos.

Em 2019, o Centro de Sustentabilidade foi renomeado para Núcleo de Sustentabilidade e continua criando projetos e parcerias para a promoção de uma cultura ambiental e sustentável, inovando e se adequando às transformações que ocorrem na sociedade.


Conheça um pouco mais o Núcleo de Sustentabilidade:

 

Reportar Erros

X