Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Prof. Alessandra analisa no Repórter Diário impacto da internet 5G

por Maria Luisa Marcoccia Última modificação 2020-11-11T19:55:59+00:00

Conexão de melhor qualidade e mais rápida é a principal promessa da internet 5G que está chegando ao ABC paulista pela Claro, mas por enquanto de acesso para poucos. Apenas 18 bairros e de três das sete cidades da região terão a nova tecnologia disponível e, mesmo assim, só aceita por aparelhos mais caros.

“Ou a operadora arruma uma forma de conectar os aparelhos atuais, ou cria, em parceria com as fabricantes, um modelo de telefone mais acessível, talvez com menos recursos para que as pessoas possam ter acesso a essa internet mais rápida e abrangente, porque nem todo mundo vai ter condição de trocar de aparelho”, analisa professora Alessandra Lourenço Simões, do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Universidade Metodista de São Paulo, em entrevista ao Repórter Diário de 9 de novembro último.

A docente elogia, porém, a evolução da banda móvel por conectar mais equipamentos, aumentar a aplicabilidade do conceito da internet das coisas (IOT), além de elevar a aplicação na indústria.

Leia aqui a reportagem completa.

Reportar Erros