Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Páscoa é afirmação da fé, diz prof. Helmut ao portal UOL

por Maria Luisa Marcoccia Última modificação 2021-04-05T13:10:29+00:00

Páscoa tem relação direta com eventos da natureza e o principal marco é a chegada do equinócio de primavera no hemisfério Norte, ou seja, a transição de inverno para primavera (ou equinócio de outono no hemisfério Sul), que geralmente ocorre na terceira semana de março. Mas é na fé, na espiritualidade, que está o principal pilar dos cristãos, pois foi quando Jesus ressuscitou, o que “cristianizou” a passagem da data então comemorada pelos judeus.

"Não há uma linha direta de confiabilidade. Não existem provas nem certezas que conseguem desfazer a necessidade de confiança, de fé. Páscoa é uma afirmação da fé. Não há uma forma de cientificamente aprovar ou reprovar”, afirma professor Helmut Renders, do curso de Teologia e do Mestrado e Doutorado em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo em entrevista ao portal UOL em 2 de abril passado.

Leia a íntegra da reportagem, que traz a história e os vários significados do feriado religioso.

Reportar Erros