Observatório Econômico mostra no DGABC crescimento de salários menores


Desemprego e redução das vagas mais qualificadas resultaram em crescimento dos trabalhadores que ganham até três salários mínimos no Grande ABC (R$ 3.135), conforme levantamento do Observatório Econômico da Universidade Metodista de São Paulo divulgado no Diário do Grande ABC de domingo 9 de fevereiro. Em 10 anos, de 2008 a 2018, o contingente até 3 SM saiu de 59% para 69% do total de carteiras assinadas, segundo dados regionais da RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) do Ministério da Economia.

Para o coordenador de estudos do Observatório Econômico, prof. Sandro Maskio, o salário achatado – inclusive de pessoas que aceitaram rebaixar a carteira – pode desestimular gerações mais novas para estudar. “A sociedade observa que qualificação e educação não dão a resposta de um bom emprego”, lamentou.

Leia a íntegra da reportagem.

Reportar Erros

X