Novo livro do professor Jung estabelece diálogo entre teologia e vida real

 

Compreender a vida “na qual somos apenas passantes” à luz da religiosidade é a proposta do livro Direitos Humanos e Amor ao Próximo: Textos Teológicos em Diálogo com a Vida Real recém-lançado pelo professor Jung Mo Sung, do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo, em coautoria com a filósofa Ivone Gebara. Como definem os autores, a obra procura entender algo dos diversos poderes - econômico, político, cultural e religioso – que governam o mundo de hoje.

“Somos amigos de longa data e escrevemos textos buscando uma metodologia inclusiva para além das oposições excludentes e que nos ajudem a compreender de novo uma maiêutica socrática, um parto de saberes que atinja de maneira especial as teologias e nossas crenças religiosas”, afirma professor Jung Mo Sung.

Ivone Gebara apresenta reflexões que fogem das regras acadêmicas e permeiam um livre pensar sobre a vida contemporânea. Professor Jung, por sua vez, dialoga com a vida por meio de muitos autores, oferecendo referências sobre as várias teorias interpretativas do mundo.

Visão de imigrantes

Ambos são marcados por tradições de vida pessoal vindas de longe, de outras terras, de outras culturas. Ivone é filha de imigrantes sírio-libaneses. Jung nasceu na Coréia do Sul e chegou ao Brasil com oito anos de idade.

“Carregamos histórias, sentidos, palavras, buscas que emigraram de orientes e ocidentes diversos em nossas vidas e se misturaram e criaram raízes no Brasil, na América latina. Ambos ouvimos outras línguas, vivemos como estrangeiros, conhecemos narrativas para além das locais, o que nos permitiu sentir os desafios do pluralismo que constitui a vida na qual somos apenas passantes”, afirma o docente de Ciências da Religião da Metodista. A obra foi lançada pela Editora Recriar.

Reportar Erros

X