Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Curso de Engenharia de Produção oferecido pela Metodista NA MODALIDADE EaD visa formar engenheiros altamente qualificados para atuar em atividades industriais e em áreas de serviços que, em geral, implicam o envolvimento do profissional com características físicas e temporais do ambiente ou do objeto de trabalho. O Engenheiro de Produção deve ser um profissional preparado para aplicar a matemática, a física e a engenharia para a otimização de processos industriais e solução de problemas empresariais, buscando o bem-estar e a segurança das organizações e da sociedade.

Das diversas possíveis orientações que se pode adotar na formação de um engenheiro de produção, optou-se pela proposta de um curso com a vertente em Manufatura Digital. Assim, é oferecido ao aluno, através de um subconjunto de unidades de ensino, uma formação em processos de manufatura baseados em sistemas digitais mais abrangente e aprofundada do que normalmente propiciada por cursos de engenharia de produção tradicionais. Essa formação é adequada para atender o mercado de trabalho, que se encontra atualmente em fase de transição de um modelo industrial tradicional para um modelo de gerenciamento do ciclo de vida do produto, o qual utiliza uma extensa gama de sistemas digitais visando um total acompanhamento do processo de desenvolvimento e fabricação do produto. Um engenheiro de produção com ênfase em manufatura digital é um profissional adequado às necessidades nacionais, já que o país se encontra em um grande esforço para modernizar seu parque industrial e melhor se posicionar no contexto da economia globalizada.

A formação oferecida pela Metodista contempla, ainda, unidades de ensino dedicadas ao desenvolvimento de um profissional capaz de desenvolver trabalhos em equipe, de lidar com ferramentas de apoio à gestão e de se envolver ativamente em projetos de inserção comunitária.

Objetivos do curso

O curso de Engenharia de Produção da Metodista na modalidade à distância tem por finalidade formar profissionais aptos a aplicar e desenvolver tecnologias ligadas às diversas áreas que compõem o campo da engenharia. Possíveis aptidões do egresso e funções que possam vir a exercer, aqui apresentadas, podem se tornar pertinentes apenas ao longo de sua carreira profissional, em decorrência de cursos de pós-graduação e/ou de aperfeiçoamentos que venha a realizar, da experiência própria adquirida no mercado de trabalho ou da maturidade inerente ao desenvolvimento do ser humano.

Em termos gerais, o que permeia a formação oferecida pelo curso da Metodista é uma mudança de atitude. Dessa forma, são oferecidas ao aluno, ao longo dos cinco anos de curso, oportunidades para que sejam desenvolvidas habilidades acadêmicas e competências profissionais necessárias a um Engenheiro de Produção. Essas competências e habilidades podem ser divididas em dois grupos que serão elencados a seguir.

Gerais

  • Capacidade de organizar ideias e de se comunicar de forma clara, escrita e oral na língua portuguesa, além de elaborar textos técnicos de sua área de atuação.
  • Capacidade de avaliar de forma crítica e consciente os possíveis impactos de sua atuação profissional nas condições de trabalho das pessoas, no contexto social e no meio ambiente;
  • Capacidade de se envolver na disseminação e facilitação do acesso ao conhecimento da área de produção industrial e de serviços para a promoção da inclusão social e digital;
  • Capacidade de trabalhar em equipe, inclusive em posições de liderança;
  • Capacidade de entender a dinâmica empresarial e dos negócios, aplicada a sua atuação profissional;
  • Capacidade de compreender relações entre tecnologia, sociedade e meio ambiente com vistas ao desenvolvimento de produtos e soluções que contemplem a sustentabilidade;
  • Capacidade de envolver-se na busca permanente por atualização profissional;
  • Capacidade de desenvolver e divulgar ações empreendedoras individuais ou em grupo, voltadas à criação e desenvolvimento de produtos e negócios;
  • Capacidade de atuar em atividades ligadas à compra e venda de produtos e serviços, bem como atendimento a clientes;
  • Capacidade de aplicar princípios ético-humanísticos à sua atuação profissional, bem como às diversas relações sociais;
  • Capacidade de inserção profissional no tocante à legislação e relações trabalhistas, bem como ao desenvolvimento de produtos e a propriedade intelectual.

Técnicas

  • Capacidade de mobilizar, integrar e transferir conhecimentos de outras áreas, além da produção industrial, a fim de entender problemas relevantes de uma organização ou da sociedade;
  • Capacidade de definir e escolher estratégias para a resolução de problemas relativos ao planejamento e controle da produção industrial;
  • Capacidade de modelar e especificar soluções para planejamento e controle da produção, inclusive de automação industrial, para diferentes problemas em diferentes ambientes industriais com diferentes tecnologias;
  • Capacidade de manipular complexos sistemas computacionais aplicados à produção industrial;
  • Capacidade de projetar e implementar sistemas de produção atendendo a padrões de qualidade vigentes e reconhecidos, contemplando, inclusive, aspectos de acessibilidade;
  • Capacidade de identificar, escolher e interagir com modelos de gestão aplicados na busca e soluções de problemas de produção industrial;
  • Capacidade de identificar de forma precisa a infraestrutura de equipamentos e sistemas que atenda às mais diferentes necessidades industriais.

Diferenciais do curso

As classes de problemas que os profissionais formados em Engenharia de Produção da Metodista estarão capacitados a resolver incluem efetivamente os de natureza multidisciplinar. Além de alguns problemas típicos tratados por um engenheiro, como planejamento, análise, desenvolvimento e implantação de soluções para problemas que lhe são apresentados, eles estarão capacitados também a resolver questões complexas que envolvem as áreas industrial e de serviços, tais como as que exijam, além das competências técnicas ligadas à engenharia de produção, as competências comunicacionais e de organização de ideias e de avaliação crítica de problemas.

Espera-se que o aluno egresso seja capaz de desenvolver atividades em equipe, entender a dinâmica da empresa em que está inserido e dos negócios a ela atrelados.

Deseja-se também que o aluno seja capaz de enfrentar os desafios das mudanças impostas pelas novas tecnologias com agilidade, interagindo com um mercado de trabalho altamente competitivo e especializado nas modernas tecnologias de produção industrial.

Completando o perfil desse aluno, espera-se também que ele seja capaz de aplicar princípios ético-humanísticos em sua vida profissional e saiba medir e controlar a influência e os impactos de seu trabalho na sociedade e no meio ambiente.

Reportar Erros

X